Fundos de Investimentos em Cotas (FICs): o que são e como funcionam?

Como já vimos nas publicações anteriores, investir em fundos é a maneira mais fácil de diversificar sua carteira sem se preocupar em conduzi-la. Além do acesso a um único portfólio cheio de ativos, você tem um gestor de investimentos qualificado para alocá-los da melhor maneira possível.

Dando sequência à apresentação de fundos disponíveis no mercado, hoje vamos falar sobre os Fundos de Investimentos em Cotas (FICs) – ou Fundos de Fundos (FoF), mais uma alternativa de diversificação e versatilidade de carteira.

O que são FICs?

Os FICs são um tipo de investimento, onde o objetivo principal é montar uma carteira com fundos de diversos gestores. Para isso, utilizamos a estratégia de portfólio a partir de cotas de outros fundos de investimentos já disponíveis no mercado.

As alocações nesses fundos são de responsabilidade do gestor que realiza uma análise quantitativa profunda – avaliando  risco,  retorno, estratégia e volatilidade – e qualitativa – olhando o histórico e estrutura da equipe de gestão das outras casas. Posteriormente, os resultados da análise são discutidos em um Comitê de Investimentos onde são tomadas as decisões finais.

 

Classificação dos FICS

Um aspecto importante de ser notado, é que os FICS podem ter diferentes classificações, de acordo com a categoria dos fundos nos quais são feitas as alocações.  Se um fundo é classificado como FIC Renda Fixa, por exemplo, ele aplica em fundos com ativos de renda fixa – títulos da dívida pública ou de bancos privados. Saiba mais.

Eles ainda podem ser classificados da seguinte maneira:

  • Ações: Opções que consideram ativos de renda variável. Saiba mais.
  • Imobiliários: Com objetivo de aplicar recursos em diversos tipos de investimentos imobiliários. Saiba mais.
  • Multimercados: Podem investir em ativos de diferentes mercados. Saiba mais.

Ainda, a CVM, instituição que regulamenta os FICs, define que deve ser investido, no mínimo, 95% do patrimônio em cotas de fundos da mesma classe para que ele leve a classificação. A exceção são os FIC multimercados que podem investir em diversas classes de ativos ao mesmo tempo.

Uma das principais vantagens de investir em FICs é a possibilidade de diversificar sua carteira em fundos com uma aplicação inicial mínima. Além disso, esse tipo de fundo de investimento dá possibilidade de poder investir em fundos fechados para a captação ou até mesmo aplicar em fundos direcionados para o perfil de investidores Qualificados ou Profissionais sendo um investidor Geral. Por fim,  muitos deles tem suas rentabilidades acima de indexadores como o CDI, o que permite um retorno maior.

Aqui, cabe ressaltar que seus investimentos devem ser realizados de acordo com o seu perfil de investidor: Conservador, moderado ou arrojado. Caso você queira saber mais sobre o assunto, acesse o seguinte conteúdo: Você sabe qual o seu perfil de investidor?

Por fim, outro aspecto importante de prestar atenção na hora de investir nesses fundos são os custos e as taxas cobradas na hora do investimento. Essas cobranças ocorrem conforme os demais tipos de fundos.

 

As principais cobranças que você pode encontrar no FIC são:

  • IOF irá incidir sobre os resgates com menos de 30 dias da primeira aplicação;
  • Come-Cotas é cobrado referente ao prazo de aplicação, seja ele curto ou longo prazo, pois há o Imposto de Renda anual;
  • Renda Fixa utiliza a tabela regressiva de IR;
  • Taxa de Administração expressa de forma anual;
  • Taxa de Performance, quando é entregue um retorno acima do benchmark, desde que previsto em regulamento.

 

Mas se eu investir em um fundo que investe em outros fundos, não vou sofrer uma sobre-taxa?

Apesar de haver a taxa de administração do FIC e dos outros fundos investidos, existe um acordo entre as gestoras nomeado de Rebate na Taxa de Administração e/ou Performance. Isso significa que  o custo é diluído e o fundo investidor fica com as taxas alinhadas com os outros fundos da mesma classe.

Agora que você já sabe o que é e como funcionam os Fundos de Investimentos em Cotas, não deixe de conferir o nosso próximo conteúdo que apresentará um dos fundos da casa: o SOMMA Selection.

SOMMA Investimentos

Compartilhe nas mídias

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
plugins premium WordPress